>/marquee>

terça-feira, 27 de outubro de 2015

O VENDEDOR DE LARANJAS


O VENDEDOR DE LARANJAS

Conheci um menino muito pobre
Vendedor das laranjas de seu pai
Cada fruta vendida era mais um cobre
Que caía no cofrinho antiquai.

Aos olhos do menino esperto
Cada laranja vendida era um degrau
A banca vazia era um céu aberto
Para conseguir realizar seu ideal.

Hoje o menino é proibido de trabalhar
Com isso seu sonho foi adiado
Talvez ainda o consiga realizar
Depois de muito ter estudado.

Já não pode mais na feira ficar
E seu cofrinho ficou emperrado
Faltava tão pouco para comprar
À sua mãe doente um vestido bordado...
...........................................
Torço por você garoto tenaz
Continue seus ideais com muita garrida
Que seu sonho não seja fugaz
Pra quando o "vestido" você poder pagar
Sua mãe ainda esteja com vida...

mel - ((*_*))

22/10/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário